gestão de conflitos

Por que a gestão de conflitos é importante para o processo de vendas?

Há de se admitir que o ambiente de trabalho nem sempre é fácil de encarar. Divergências e atritos são naturais, ainda que todos estejam comprometidos com suas funções e bons resultados. Portanto, saber conduzir uma gestão de conflitos de modo eficiente é fundamental para todo o gestor, já que ele precisará atuar na redução dos efeitos de uma ebulição de ânimos em algum momento.

O objetivo deste artigo é demonstrar a importância de saber negociar e fazer uma boa gestão de conflitos em sua empresa, ressaltando como isso pode impactar de maneira positiva no processo de vendas. Acompanhe.

O que é gestão de conflitos?

É uma área responsável por gerenciar conflitos entre equipes, organizações e grupos dentro da própria instituição, bem como aqueles externos entre empresas. Desse modo, essa gestão visa garantir o equilíbrio do nível dos confrontos e assegurar que as discussões sejam feitas de forma saudável, auxiliando no crescimento da organização.

Isso quer dizer que, quando estiver diante de situações problemáticas, o supervisor responsável pela gestão de conflitos pode resolver os impasses por meio de técnicas e processos práticos.

Por que a gestão de conflitos é importante?

Agora, falaremos dos principais motivos pelo qual esse gerenciamento é, de fato, relevante dentro de qualquer organização. Vamos lá?

Aumenta o índice de produtividade

Como sabemos, conflitos não surgem sem explicações. Há sempre uma justificativa por trás, mesmo que ela seja imprópria. Situações como fofocas, um mal-entendido não esclarecido ou, até mesmo, opiniões distintas sobre metodologias e práticas tendem a reduzir a produtividade dos envolvidos. Afinal, eles destilam um mal-estar pela empresa que pode durar dias, semanas ou meses. Lembre-se que um colaborador insatisfeito se desmotiva facilmente, perde o foco nas metas e pode contaminar vários outros, não é mesmo?

Renova o ambiente

A identificação, análise e tratamento dos conflitos renova a energia do ambiente de trabalho, e por isso, essa é uma das maiores vantagens dessa gestão — além disso, ela pode trazer benefícios a curto prazo. Assim que a empresa perceber um conflito internalizado nos colaboradores (perceptível geralmente por demonstrações de pressão e estresse), já está na hora de enfrentar essa barreira. Ou seja, não é necessário esperar que as pessoas comecem a reclamar.

Se a instituição se preocupar em deixar o ambiente de trabalho mais descontraído e com ótimas condições para vivência dos funcionários, os relacionamentos interpessoais verão melhorias e todos os lados desfrutarão desse benefício.

Preserva tempo e dinheiro

Se não forem prevenidos adequadamente, os conflitos deverão ter seus efeitos minimizados o mais rápido possível. Quando não se trabalha com uma metodologia especializada no assunto, o gestor perde muito tempo tentando encontrar a raiz do problema, podendo até mesmo piorá-lo. Outro fato em comum é que os conflitos sejam ignorados ou mal solucionados, o que só aumenta o prejuízo.

Como você viu, a boa gestão de conflitos proporciona um clima organizacional agradável e estimulador da produção. Ela representa uma oportunidade de melhorar efetivamente a comunicação dentro da empresa e manter a motivação dos colaboradores com a correção e resolução das situações conflituosas. Que tal colocar isso em prática?

Aproveite o momento para seguir nosso blog nas redes sociais — estamos no Facebook e no LinkedIn.

Powered by Rock Convert

Quer saber mais sobre gestão e vendas? Assine nossa newsletter!

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.