gestão de estoque

Gestão de estoque: qual a importância da previsão de demanda para o setor?

Não é novidade que a gestão de estoque é fundamental para o sucesso de qualquer empresa.

Afinal, produtos em excesso representam capital parado e riscos de prejuízos financeiros, enquanto a falta de itens gera insatisfação nos consumidores e perda de vendas.

Nesse sentido, é importante adotar as melhores medidas para que essa atividade seja feita de forma eficiente, o que inclui a realização da previsão de demanda.

Esse indicador ajuda a tomar decisão da gestão de estoque com mais segurança e precisão, evitando os erros que comprometem seu sucesso.

Além disso, ela ajuda em diferentes processos de tomada de decisão — como preço, quantidade de itens a serem enviados para cada estabelecimento e tamanho da força de vendas necessária.

Pensando nisso, colocamos abaixo as principais informações sobre a previsão de demanda e como ela impacta na gestão de estoque e outras atividades do seu negócio. Confira!

O que é previsão de demanda?

A previsão de demanda consiste basicamente em determinar a quantidade de consumidores interessados em um produto ou serviço num período futuro, ou seja, estabelecer o tamanho do mercado existente e a parcela que vai procurar a empresa e deve ser atendida por ela. Nesse sentido, é possível ver a previsão como a projeção do estoque necessário nesse mesmo período.

Existem duas formas de realizar seu cálculo:

  • técnicas de previsão qualitativas: baseia-se em análise de dados não mensuráveis, ou seja, informações provenientes de entrevistas com consumidores, vendedores e especialistas do mercado. Esse modelo é menos preciso em suas projeções;
  • técnicas de previsão quantitativas: mais preciso, portanto, mais recomendado para a realização da previsão de demanda. Elas consistem no uso de métodos e cálculos estatísticos a fim de definir os possíveis cenários e valores de demanda no mercado. Para isso, são usados dados de histórico de vendas e outros fatores que podem influenciar em seu resultado — sazonalidade, produtos substitutos, novos players, mudança no comportamento do consumidor.

É importante destacar que cada segmento apresenta características específicas que devem ser levadas em consideração no cálculo e que usar os dois métodos resulta em previsões de maior qualidade.

Como ela ajuda na gestão de estoque?

A previsão de demanda está totalmente relacionada à gestão de estoque. Isso porque é a partir de sua definição que é possível determinar a quantidade necessária de produtos em estoque para o período em questão. Além disso, com ela, é possível tomar outras decisões que impactam na prática do negócio, como a determinação da mão de obra necessária na operação e contratação de parceiros de entrega e movimentação logística.

Qual a diferença entre previsão de demanda e previsão de vendas?

Muitos profissionais confundem a previsão de vendas com a de demanda e acabam usando os termos como sinônimos. Entretanto, apesar de parecidas, existem diferenças que não permitem essa prática. Para entender melhor, confira:

  • previsão de vendas: projeção do montante de receita esperado para um determinado período no futuro. Ela é realizada pela empresa para tomar decisões e elaborar seu planejamento empresarial;
  • previsão de demanda: projeção da quantidade de consumidores para determinado produto ou categoria, dentro do mercado, durante um período no futuro. Ela é realizada pela empresa, mas apresenta dados de todo o mercado, indicando seu potencial de crescimento, estabilidade ou declínio.

Nesse sentido, ambas são importantes para a gestão da empresa e controle de estoque do mix de produtos. Porém, cada uma contribui de forma exclusiva e não podem ser feitas de maneira unificada.

Quais os benefícios de adotar essa atividade?

Além de ajudar na gestão de estoque, a previsão da demanda proporciona outros benefícios para a organização. Entre eles, estão:

  • diminuir a ociosidade dos colaboradores;
  • facilitar a elaboração do planejamento operacional;
  • eliminar gastos e desperdícios;
  • ajudar no orçamento da produção e compra de matéria-prima;
  • facilitar a identificação da necessidade de mão de obra adicional;
  • ajudar nas previsões financeiras;
  • reduzir a subprodução ou superprodução;
  • facilitar a elaboração de estratégias de preço e marketing;
  • determinar o potencial do mercado para expansão;
  • identificar a necessidade de alterações de posicionamento.

Fica evidente que a previsão de demanda é uma prática importante, tanto para a gestão de estoque, quanto para outras atividades e decisões estratégicas do negócio. Sendo assim, é necessário investir na execução de seu cálculo. Para isso, o mais indicado é optar por um software de vendas e gestão de negócio, que apresenta funcionalidades responsáveis por automatizar o processo.

Gostou de saber mais sobre a previsão de demanda? Comenta aqui se você já usava esse indicador e se acha que ele pode contribuir para aumentar a eficiência da sua gestão de estoque!

Powered by Rock Convert

Quer saber mais sobre gestão e vendas? Assine nossa newsletter!

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.