como engajar clientes

Como engajar clientes? 4 estratégias que ajudam no engajamento

Vender mais implica ser consistente nas vendas, e essa consistência não se resume a quantidade, mas a aspectos que aproximam empresa e consumidores. Eis aí a importância de aprender como engajar clientes.

Clientes engajados são defensores de uma marca, indicam novos consumidores e desenvolvem uma relação pessoal — quase afetiva — com a empresa. Ou seja, relacionamento é muito mais que uma série de processos de marketing.

Veja, abaixo, por que se aproximar dos consumidores é importante e saiba como engajar clientes de uma forma perene e barata.

A importância de engajar clientes

Um consumidor satisfeito é muito melhor do que um novo cliente. Aliás, sai muito mais barato tanto do ponto de vista dos recursos financeiros empregados quanto do tempo e energia dos seus colaboradores. Além disso, as opiniões negativas sobre um negócio se propagam mais rapidamente que as positivas, e é difícil apagar uma impressão ruim.

Como a internet catalisa enormemente a capacidade de divulgação de visões individuais sobre os processos, esse tipo de coisa movimenta o mercado e sacode a concorrência em diversos segmentos.

Se quiser ser lembrado e aparecer como referência na sua área de atuação — seja ela de atacado, varejo ou indústria — é bom se precaver. Experimente medidas que podem aproximá-lo dos seus consumidores e veja essa dinâmica mudar a seu favor.

Como engajar clientes: 4 estratégias

Confira, a seguir, aquelas que consideramos as maneiras mais eficientes de criar uma teia de relacionamento com clientes sem gastar muitos recursos com isso.

1. Use e-mail marketing

Algumas pessoas insistem em subestimar o poder dos e-mails, mas eles não seriam tão utilizados se não fossem importantes. O e-commerce usa o correio eletrônico para fazer o pós-venda e criar relacionamento e para atraí-los para os pontos de venda.

Comece a disparar essas mensagens e você se espantará com as altas taxas de abertura e interação com que seus consumidores apresentarão.

2. Lance mão do WhatsApp

Não há como negar que essa ferramenta é a favorita do brasileiro, que tratou de universalizar seu uso. Hoje em dia, há quem faça marketing digital e vendas pelo WhatsApp. Portanto, esteja um passo à frente e utilize-a também para fidelizar. Por meio dela, é possível tirar dúvidas, ouvir opiniões e fazer pós-venda como em qualquer outra plataforma.

3. Esteja presente (da maneira correta) nas redes sociais

Presente no Facebook e Instagram todo mundo está, mas são poucas as pessoas que entendem o papel dessas redes no marketing digital e as utilizam em todo o seu potencial. Experimente as possibilidades do SAC 2.0 — um Serviço de Atendimento ao Consumidor feito pelas redes sociais — e crie conteúdos que fomentem discussões para além daquilo que você vende.

4. Desenvolva conceitos de experiência do cliente

A venda pela internet não é apenas uma ação de resolver um problema, ela é uma experiência. As empresas que entenderam isso rápido foram as que mais se destacaram, chamando a atenção com um crescimento meteórico. Logo, tudo deve ser pensado de modo com que a compra seja intuitiva e agradável, e que o marketing digital seja focado não só em vender, mas também em construir relações e entreter.

Aqui é onde a tecnologia mais pode ajudar, tornando as vendas da sua empresa mais simples para vendedores, representantes, clientes e, claro, para você.

Se quiser saber mais sobre vendas e tecnologia, ou como engajar clientes, não deixe de assinar nossa newsletter. Assim, você tem acesso a conteúdo novo direto na sua caixa de e-mail.

Powered by Rock Convert

Quer saber mais sobre gestão e vendas? Assine nossa newsletter!

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.