Você faz catálogo de produtos? Veja como essa ferramenta aumenta as vendas do negócio e confira 4 dicas para sua produção!

Catálogo de produtos: 4 dicas de como montar e expor

Atuar de forma eficiente no mercado B2B exige além de produtos de qualidade, uma boa estratégia de negócio, bem como investimentos em práticas e ferramentas que otimizam o processo de vendas. Entre elas, está o catálogo de produtos.

Caracterizado como um material que apresenta imagens, vídeos e informações importantes dos itens comercializados pela empresa, o catálogo de produtos é uma ferramenta que tem potencial de facilitar as negociações com potenciais clientes e aumentar as vendas do negócio.

Pensando nisso, colocamos abaixo mais informações sobre o catálogo de produtos, apresentando uma lista de 4 dicas de como adotar essa ferramenta. Leia até o final para conferir!

Qual a importância do catálogo de produtos?

Como dito, o catálogo de produtos é uma ferramenta que pode melhorar as vendas da empresa, facilitando o processo de negociação para vendedores e representantes comerciais, em seus contatos com potenciais clientes.

Isso acontece porque a ferramenta serve como um suporte visual e informativo de grande apelo para os consumidores, permitindo que eles visualizem os itens, bem como, se informem sobre suas características de forma mais prática, durante a conversa com o profissional.

Além disso, existem softwares no mercado que permitem a criação de um catálogo de produtos digital, ou seja, disponibilizado para os clientes numa página online ou por meio de uma plataforma móvel, usada em smartphones e tablets. Neste caso, a venda pode ser feita por esse ambiente, otimizando ainda mais a prática.

Como montar essa ferramenta de forma eficiente?

ecommercePowered by Rock Convert

Para criar um catálogo de produtos eficiente, que resulta em reais ganhos para o processo de vendas é importante seguir algumas regras. Apresentamos abaixo as 4 principais, veja!

1. Conheça bem seus clientes

Antes de mais nada, é importante conhecer seu público-alvo, ou seja, o perfil de seus consumidores e suas preferências em termos de tipo de catálogo, informações importantes em seu processo de decisão, poder aquisitivo e disponibilidade para investir no segmento.

2. Organize as informações adequadamente

Com base nas informações sobre o público-alvo, seu processo de compras e dados do negócio — como histórico de vendas, produtos com mais procura ou margem de lucro etc. —, é preciso definir uma organização adequada dos itens no material.

O mais indicado é usar uma estratégia de marketing que apresenta os itens de forma organizada — categorias, linhas e marcas —, bem como, adotar práticas de atração e divulgação para alcançar os objetivos do negócio.

Um exemplo disso é dando destaque com imagens e posições estratégicas para itens com mais procura ou maior margem de lucro, incentivando suas vendas.

3. Pense na identidade visual do material

Outro ponto importante para ter atenção é a identidade visual do material. O mais indicado é que ele siga a da própria empresa, adotando suas cores, fontes e padrões, bem como ter seu logo e informações de contato. Isso é importante para gerar reconhecimento para a empresa.

Além disso, é fundamental que o material respeite as boas práticas de formatação — como fonte e tamanho de texto legível, pouco conteúdo escrito, imagens com boa qualidade e apresentações padronizadas. Essa prática garante a imagem de profissionalismo do catálogo de produtos.

4. Use o serviço de profissionais qualificados

Para a produção do catálogo de produtos, principalmente o modelo impresso que demanda alto investimento, é indicado que a empresa invista na contratação de um time ou em uma empresa especializada para a fim. Isso garante um material otimizado e feito com máxima qualidade.

Qual a melhor forma de expor o catálogo de produtos?

Por fim, de nada adianta ter um material rico e de qualidade se ele não é usado da melhor forma, nem apresentado aos potenciais clientes. Por isso, é importante pensar numa estratégia de divulgação do material.

O mais indicado é investir na utilização do meio digital para isso, oferecendo o catálogo de produtos no site da empresa, como um canal de vendas ou consulta de informações. Esse formato é menos custoso, e que permite alteração e uso de artifícios que otimizam a experiência do cliente — como a inclusão de vídeos ou a possibilidade de compra direta.

Além disso, adotando uma plataforma que pode ser usada em dispositivos móveis, os representantes e vendedores externos podem apresentar esse material de forma personalizada em suas reuniões com potenciais clientes, otimizando seus resultados.

Agora que você sabe como usar o catálogo de produtos para otimizar suas vendas, acredita que é o momento de investir numa plataforma focada nessa prática? Conheça o que a pedidoeletronico.com pode fazer por você!

ecommercePowered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Quer saber mais sobre gestão e vendas? Assine nossa newsletter!

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.